Reinaldo já tem apoio de sete dos oito deputados federais de MS



Aral Moreira - MS - Segunda, 10 de Dezembro de 2018
29/10/2018 15h00 - Atualizado em 29/10/2018 23h55

Reinaldo já tem apoio de sete dos oito deputados federais de MS

Governador Reinaldo Azambuja já tem a maioria do apoio da bancada federal para segundo mandato

Campo Grande News



Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) durante entrevista. Foto: Maria Pacheco

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai contar com apoio de sete dos oito deputados federais, na bancada de Mato Grosso do Sul, no Congresso Nacional. Seis foram eleitos dentro da coligação tucana, e ainda teve a adesão de mais um, no segundo turno. Além do grupo, ainda conta com apoio do senador eleito, Nelsinho Trad (PTB).

 

Dos oito deputados federais, estiveram na coligação tucana: Rose Modesto (PSDB), Beto Pereira (PSDB), Tereza Cristina (DEM), Fábio Trad (PSD), Loester Carlos Nunes (PSL), conhecido como Tio Trutis e Luiz Ovando (PSL). Ele ainda teve a adesão de Vander Loubet (PT) no segundo turno. Na coligação adversária ficou apenas Dagoberto Nogueira (PDT).

  

Já no Senado Federal, o governador reeleito teve apoio de Nelsinho Trad (PTB), que venceu dentro do bloco tucano. Já Simone Tebet (MDB) esteve em lado oposto nos dois turnos e Soraya Thronicke (PSL), teve uma candidatura independente, sem estar ligado a nenhuma coligação no Estado.

 

Esta parceria de Azambuja será maior que em relação a atual legislatura, que dos oito deputados federais, quatro estavm alinhados com o tucano: Elizeu Dionízio (PSB), Geraldo Rezende (PSDB), Tereza Cristina (DEM) e Fábio Trad (PSD). Do outro lado ficaram Zeca do PT, Vander Loubet (PT), Dagoberto Nogueira (PDT) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), que mantinha postura independente.

 

A bancada federal é importante na indicação de emendas para Mato Grosso do Sul, assim como na busca de recursos federais que serão investidos no Estado. No primeiro mandato, Reinaldo fez um acordo com os deputados e senadores, para que a cada um real enviado em emenda, a gestão tucana dobraria o valor, para investimentos nas áreas importantes.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
  • Amoreira25
  • InterPax1

PUBLICIDADE