• Segunda, 26 de Fevereiro de 2024

Riedel abre ano legislativo otimista com resultados de projetos executados em MS

Na cerimônia de volta ao serviço, o chefe do Executivo estadual fez a tradicional revista das tropas e hasteou a bandeira de Mato Grosso do Sul

POR LUCIA MOREL/CAMPO GRANDE NEWS

242

Riedel fala na abertura dos trabalhos da Assembleia, ao lado do presidente da casa (de gravata vermelha). (Foto:Divulgação)

No discurso de abertura dos trabalhos de 2024 da Assembleia Legislativa, o governador Eduardo Riedel (PSDB) pareceu bem otimista em relação à parceria com os deputados estaduais, que garantiram a implementação de programas considerados fundamentais ao estado. O tucano destacou diversas ações do Governo de Mato Grosso do Sul ao longo de 2023, enfatizando a busca ativa que identificou 40 mil famílias vulneráveis que estavam “invisíveis” aos benefícios de transferência de renda, agora incluídas no Mais Social.

“Instalamos um inovador processo de busca ativa, através do qual identificamos cerca de 40 mil famílias ainda invisíveis aos diversos programas e esforços sociais no nosso estado”, destacou Riedel, reforçando que ainda houve quem devolvesse o cartão do benefício porque “conquistaram emprego ou melhores salários e não precisam mais deles (cartões)”.

O governador ressaltou ainda a análise de especialistas que Mato Grosso do Sul é um dos estados mais próximos da erradicação da pobreza no médio prazo e que hoje são 155 mil atendidas pelo benefício. “Poucos objetivos de médio prazo carregam, ao nosso ver, uma dimensão tão relevante”, disse.

Na educação, falou da implantação das infovias para levar acesso à internet às escolas estaduais, sendo 135 em processo e da expectativa de ter o serviço instalado nas 340 até o final deste ano. Também sobre o Supera MS, que concede um salário mínimo a estudantes de baixa renda, e ainda sobre a abertura de 18 mil vagas na rede estadual.

Na cerimônia de volta ao serviço, o chefe do Executivo estadual fez a tradicional revista das tropas e hasteou a bandeira de Mato Grosso do Sul. Discursaram ainda na sessão o deputado Pedro Caravina, que volta à Casa depois de passar pela Secretaria de Governo, e o presidente da Assembleia, Gerson Claro.

Infraestrutura – Riedel lembrou que em 2023 foram R$ 1,8 bilhão disponibilizados para o setor sendo R$ 1,5 bilhão exclusivos para investimento em melhoria nas rodovias estaduais. “Olhando para frente, a nossa disposição é trabalhar duro para fazer muito mais e em diferentes frentes. Na área de infraestrutura, serão 3,4 bi em 2024, investimento reforçado por um grandioso programa de concessões de rodovias, portos, aeroportos e ferrovias, além de outras áreas de serviços sob estudo”, ressaltou.

Na área da saúde, a meta é reduzir a fila pelos exames complexos e por cirurgias, além de reforçar a estrutura no sistema de atendimento na atenção básica. “Já autorizei o repasse de R$ 44 milhões para reequipar as unidades de atenção básica e financiar o seu funcionamento noturno em cada uma de nossas cidades, ampliando, assim, a capacidade de atendimento”.

Lei do Pantanal, geração de empregos e povos originários também fizeram parte do discurso de Riedel, que finalizou agradecendo a Casa de Leis e falando do trabalho conjunto independente de bandeira partidária, até mesmo junto ao Governo Federal.

Em alguns campos onde ainda existe muita polêmica, como o social e as políticas públicas de apoio e proteção aos povos originários, precisamos olhar para frente, em busca de soluções práticas, factíveis, ao atendimento de demandas históricas nessas áreas”, sustentou o governador, finalizando que “agradeço o apoio solidário, a capacidade de diálogo e o bom debate que esta Casa tem sido capaz de promover, como parceira preferencial do nosso governo”. 



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.